Projeto 1 vida 1 real

Olá, internauta. Tudo bem? Para você que chegou agora e não sabe sobre qual assunto trata esse projeto, vou te explicar…Bem, em nossas vidas gastamos certa quantia em dinheiro com coisas não muito úteis para nós. Compramos doces ou balas que às vezes se estragam no bolso não é mesmo? Compramos fogos de artifício só para ver e ouvir esse produto estourando nas festas de natal, ano novo ou quando atingimos alguma meta na empresa. Mas já pensou em usar apenas 1 real desse valor para depositar numa conta-poupança? Não a sua é claro! Rsrsrs. A de alguém que esteja precisando.
Já imaginou aquelas pessoas que vivem de Bolsa Família e não tem um emprego, nem mesmo uma aposentadoria? Eu me refiro à essas pessoas.
Se 100 pessoas depositassem 10,00 reais cada uma na conta poupança desta pessoa ao longo do mês, ela teria 1000,00 para sacar mensalmente. O mesmo se 200 doassem 5,00 cada, ou 1000 doassem 1 real cada. Mas é inviável fazer tanto depósito assim? Não. Não há limite para depósitos em conta poupança.
Agora imagine 1.000.000 de pessoas depositando apenas 1,00 real na conta daquele que está necessitado! Ou esse mesmo tanto depositando 5 ou 10 ou 20 ou 40 ou 50 ou 100? Quantos poderiam ser ajudados com uma conta multimilionária? Imagina tirar da pobreza todo mês 20 pessoas! Criando 20 novos milionários mensalmente. Imagina quanto emprego cada novo milionário poderia ser capaz de gerar?

Aqui está uma conta que pode ser beneficiada:

AG(Agência): 1398 OP(Operador): 013 CP(Conta-Poupança):4850-0 CPF: 428.927.919-87

Está conta não é minha. É de uma senhora que vive de doação, tem bolsa família, mas não dá para viver assim. Não tem aposentadoria ainda.

Sobre vitorcrdias

Quase um analista de sistemas formado. Atualmente desenvolvedor autônomo com experiência em: Java, JavaScript, HTML, CSS, C#, Python, Haskel, ASP.net. Plataformas web, desktop e mobile. Apaixonado por jogos de FPS, Corrida e luta. Amo ver filmes online grátis. Interessado em conteúdos Hacker.
Esta entrada foi publicada em Brasil, Local, Sem categoria. ligação permanente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *